“NÃO PISE AS FORMIGAS, NÃO MATE AS BARATAS”,